FPSO P-50 FPSO P-50 FLOTEL PGP-1 BRASKEM/UNIB-BA BRASKEM/UNIB-BA BRASKEM/UNIB-BA PORTO DE PECÉM- CE MPX/ ENEVA TRANSPETRO VALE- UOTV lightbox image gallery creatorby VisualLightBox.com v5.9

Entre os principais projetos que atendemos, estão:
- As plataformas de produção offshore da Petrobras (UO-BC e UO-Rio);
- Plantas petroquímicas da Braskem; Siderúrgica ArcelorMittal Tubarão;
- Terminais e unidades da Transpetro e Petrobras Gás&Energia;
- Minas de potássio (Sergipe) e de Fosfato (Peru) da Vale;
- Termelétrica UTE Pecém II, do grupo MPX/Eneva;
- Construção do complexo acrílico da Basf, no Polo Industrial de Camaçari (BA).

A primeira exportação da empresa foi realizada para a Vale, em agosto/2013, para proteção anticorrosiva da Mina de Fosfatos Bayóvar-Misky Mayo, localizada no Deserto de Sechura, ao norte do Peru.
Vale destacar o fato de tal tecnologia ter sido utilizada em larga escala em uma das mais importantes campanhas de manutenção e pintura do Brasil no ano passado, realizada na Plataforma FPSO P-50, protegendo contra corrosão mais de cinco mil equipamentos, entre flanges, válvulas, frestas, cordões de solda, grampos, braçadeiras. Essa operação foi realizada durante campanha intensiva em que a Petrobras UO-Rio contratou os serviços de hotelaria do Flotel Reliance, que acoplado à plataforma FPSO P-50 acomodou por quinzena 174 profissionais da UTC, no período de maio a dezembro de 2012.

Quebrando paradigmas
Neste ano de 2013 a Tinôco Anticorrosão contribuiu para mais uma importante mudança de conceito no Brasil, com as empresas MPX/Eneva, Basf e Vale Peru incorporando as melhores práticas de prevenção e proteção anticorrosiva ao utilizar o Elastômero Securit® 2 também nas fases de construção e montagem de novas plantas industriais, em obras novas, e não mais somente em seus planos de manutenção.